Páginas

21 de fev de 2013

Uma pessoa de propósitos...

Que age "de propósito".

[mulherunicadestaque%255B1%255D.jpg]

Em 2011 fiz um curso chamado MULHER ÚNICA, foi um tempo único, que Deus preparou para mim, de aprendizado, crescimento e descobertas. Agora 2 anos depois, o Senhor me leva a fazer uma nova etapa deste curso, serei líder em treinamento do mesmo, porém agora na minha igreja (igreja que congrego tá gente rsrsrsrs) IBL - Núcleo de Betim.

Estava há algum tempo querendo fazer algo de fato pra Deus, trabalhar na Sua obra, me envolver mais e ser canal de bênção na vida de outras pessoas. Mesmo sabendo que essa é a vontade de Deus, que façamos algo em prol de outras pessoas, que utilizemos nossos dons e talentos pra abençoar queria uma confirmação, e eis que ela veio em tempo oportuno e me inundou com seu grande PROPÓSITO.

Eis o texto da Joyce que me caiu como uma luva.

Is 14:26,27 nos diz que Deus é um Deus de propósitos, e que quando Ele planeja algo, isso acontecerá.

Se não tivermos um propósito na vida, nos sentiremos inúteis, sem valor e frustrados. Por isso é muito importante entender que Deus nos projetou com uma finalidade em mente (ver Salmo 139:16). De maneira geral, Ele quer que as pessoas sejam felizes e desfrutem a vida que Ele lhes deu. Mas no que diz respeito ao nosso propósito específico, ele varia de pessoa pra pessoa e de um período da vida para o outro, de modo que devemos procurar descobrir qual é.

Agora mesmo você pode estar num momento de transição. Se for esse o caso, não fique desanimado. Deus lhe mostrará o que você deverá fazer na etapa seguinte. Às vezes você pode ter de experimentar algumas coisas até descobrir o que de fato lhe deixa confortável. Mas pode ter certeza de que, seja ele qual for, há um propósito para sua vida. Você nunca vai se realizar até descobrir qual é e começar a fluir nele.

Precisamos não somente saber qual é o nosso propósito, como também agir "de propósito". Isto envolve tomar decisões que nos levem a viver retamente. Precisamos amar de forma deliberada. Não amamos por que sentimos vontade; amamos por que nos propomos a isso. O amor não é um sentimento piegas que temos pelas pessoas; é uma decisão que tomamos sobre como devemos nos relacionar com elas. Dar também é uma decisão. Não damos apenas por que sentimos vontade. Damos por que estamos convencidos de que é isso que Deus quer que façamos. Damos de propósito e com um propósito.

O mesmo acontece quando somos misericordiosos, gentis e andamos no Espírito. Fazemos essas coisas não por que necessariamente sintamos sempre vontade, mas por que fomos chamados para isso. Amor, alegria, paz, paciência, bondade, benignidade e todos os outros elementos que compõem o fruto do Espírito são características do Espírito Santo que temos dentro de nós quando aceitamos a Jesus como nosso Salvador. E podemos liberá-los se o fizermos deliberadamente.

Faça a escolha de deixar que as coisas boas que Deus colocou no seu espírito fluam por sua alma e pelo seu corpo para que as pessoas possam ser abençoadas e Deus seja glorificado.

A nossa carne nem sempre vai concordar que façamos essas coisas. Mas devemos escolher amar, dar e permanecer em paz "de propósito". Se quisermos ter paz, devemos nos propor a ter paz por que o diabo tentará roubá-la.

Tudo o que fazemos pelos outros e tudo o que fazemos na vida precisa ser feito propositadamente. Peça a Deus para ajudá-lo a se tornar cada vez mais uma pessoa de PROPÓSITOS.

Joyce Meyer (com adaptações de Karla Laura).

18 de fev de 2013

Fazendo o que gosto e ganhando pra isso…


 
Rachel McAdams vive Becky, uma jornalista que consegue o emprego dos seus sonhos: ser produtora de um grande programa matinal. Só que o problema são os dois apresentadores que não se dão bem e tentam se sabotar o tempo inteiro, colocando a jovem em situações mais que inusitadas. No final, ela recebe um convite para ter o emprego dos seus sonhos, mas abre mão disso em favor de fazer o que gosta e com quem gosta.

Sou apaixonada por filmes, eles me acalmam, me relaxam, me divertem e acima de tudo me fazem refletir. Estava aqui assistindo a esse filme e me dei conta de alguns dilemas.
Quando me perguntavam o que eu fazia, eu respondia: - Artesã. (mas na minha cabeça pensava assim), por que eu não disse minha formação acadêmica, por que não disse que estudei aqui e ali, por que não falei que já fiz isso e mais isso, por que disse artesã???
Hoje não mais me sinto assim, por que sei que sou uma das poucas pessoas privilegiadas que fazem o que amam, que tem um dom e que lhe dá não só retorno financeiro, mas muito prazer.
Muitas pessoas com ou sem formação trabalham por que precisam do dinheiro, não fazem o que gostam, não desempenham seu papel como deveriam, não buscam inovar, crescer, ajudar, aprimorar ou fazer parte do que executam. Estão onde estão por que precisam do dinheiro, posição ou sustento, tudo menos satisfação e ajuda ao próximo.
Graças a Deus, hoje vejo meu trabalho como artes + ato = produtos belos. Um trabalho feito com carinho, dedicação, paixão, amor, criatividade, experimentação. Produtos que ajudam a tornar sonhos festivos realidade, encantando as pessoas, surpreendendo e acima de tudo levando um pouco do dom magnífico de Deus me deu à pessoas que nunca me viram ou sequer ouviram a minha voz. Quando se trabalha com prazer é diferente, as pessoas percebem, as coisas fluem e mesmo quando aparecem imprevistos (e eles aparecem), você tem consciência de que aquilo não é um muro, mas somente um degrau, mais uma experiência, mais um aprendizado para você seguir em frente com mais bagagem profissional também.
Segundo o dicionário: Artesanato é o próprio trabalho manual ou produção de um artesão (de artesão + ato). O artesanato é tradicionalmente a produção de caráter familiar, na qual o produtor (artesão) possui os meios de produção (sendo o proprietário da oficina e das ferramentas) e trabalha com a família em sua própria casa, realizando todas as etapas da produção.
Ganhar dinheiro é bom? Sim, eu preciso dele também, mas não é tudo! Posso ganhar dinheiro e ter satisfação com o que faço. Às vezes meu marido ou irmão me vem trabalhando e dizem: - Meu Deus, eu não acredito que você vai cortar isso tudo com a tesoura e depois ainda colar e etc...?! Dai eu respondo uma pequena frase: - Isso não é problema por que eu gosto! Eu gosto!
Parece bobo, mas é sério, precisamos ter coragem para admitir que gostamos e do que gostamos, mesmo que o retorno financeiro não seja o esperado por muitos. Hoje quando me perguntam o que eu faço: Eu estendo a mão, dou o meu cartão e digo em tom audível: Sou Artesã!
Fiquem com Deus, façam suas escolhas e aproveitem o hoje!
Karla Laura









13 de fev de 2013

Não tenha medo de cometer erros

erro

Sabemos que Deus age em todas as coisas para o bem daqueles que o amam, dos que foram chamados de acordo com o Seu Propósito. Romanos 8:28

Descobri que se nosso coração estiver correto e fizermos o melhor que pudermos quando ouvirmos ao Senhor, Deus irá nos redimir e honrar os nossos passos de obediência. Se agirmos com uma confiança infantil para obedecermos ao que acreditamos de coração ser o que Deus nos disse para fazer, então, mesmo se tomarmos uma decisão errada, Deus pode pegar o nosso erro e fazer com que ele contribua para o nosso bem.

Muitas pessoas tem mede de fazer algo por que acham que se cometerem um erro Deus ficará zangado com elas. Mas é aí que confiar no caráter do Senhor é tão vital para a nossa caminhada de fé. As pessoas que tem medo demais para obedecer são tão infelizes de qualquer forma, que não poderiam estar piores se dessem um passo de fé e tentassem fazer o que Deus lhes diz para fazer.

Eu amava o meu serviço como pastora da igreja de St. Louis. Não saí de lá por que queria sair, mas Deus retirou a Sua unção de mim, e eu fiquei muito infeliz até obedecer a Ele. Percebi que só encontraria paz se colocasse à prova o que eu acreditava que Ele havia me dito para fazer. Era a única maneira de descobrir se estava certa ou errada sobre ter ouvido a voz de Deus.

Por isso, agora, eu o exorto com esta verdade: não passe toda a sua vida na zona de segurança! Segurança é algo muito confortável, mas talvez esteja impedindo-o de seguir o plano de perfeito que Deus tem para sua vida.

Joyce Meyer

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...