Páginas

28 de jul de 2014

VIVA MAIS PROFUNDAMENTE

Jeremias 17:9 nos ensina que os nossos corações são mais enganosos que qualquer outra coisa. Enganar a si mesmo é uma das armadilhas do inimigo em que calmos com mais facilidade. O ego sempre ajuda o ego a conseguir o que quer. Quando temos o forte desejo de ter alguma coisa, podemos facilmente nos enganar dizendo a nós mesmos qualquer coisa que queiramos ouvir. Se a minha vontade deseja algo, a minha mente me dará uma série de motivos pelos quais eu devo obtê-lo, e as minhas emoções certamente produzirão muitos sentimentos que concordam com os desejos da minha vontade!
Precisamos aprender a viver mais profundamente do que a superficialmente da nossa mente, da nossa vontade e dos nossos sentimentos. Viver profundamente significa ir além do que queremos, do que pensamos e do que sentimos e viver segundo a Palavra de Deus. Precisamos dobrar nossos joelhos em humildade diante da Palavra de Deus e da sua vontade porque é ali que encontramos as verdadeiras bênçãos.
E o encorajo a passar um tempo de espera na presença de Deus regularmente, pedindo a Ele que revele quaisquer motivações impuras que possam existir em seu interior. Ore contra o engano, pois Satanás é o grande enganador. Quando acreditamos em alguma coisa que não é verdade, somos enganados. Satanás também procura nos desviar através de pensamentos contrários à verdade.
Quando acredita em uma mentira, ela passa a ser verdade para você mesmo quando não é realmente verdade. Não confie demais em si mesmo. Entenda que nem tudo que deseja é o melhor para você. Peça a Deus aquilo que você quer, mas esteja sempre disposto a mudar se descobrir que não está de acordo com a vontade de Deus. Se o que você está pedindo a Deus é a vontade dELE, no tempo certo você receberá. Se não receber, então creia que Ele tem algo melhor em mente para você.
Acima de tudo, mantenha a sua paz e permaneça descansado. Deus pode conduzir facilmente o cristão que não está frustrado e ansioso. Ore como Davi no Salmo 51:6 “ Sei que desejas a verdade no íntimo, e no coração me ensinas a sabedoria”. Quanto mais você realmente conhecer a sabedoria de Deus em seu coração, é menos provável que você seja enganado.

Joyce Meyer

24 de jul de 2014

AME-SE A SI MESMO


Um dos maiores problemas que as pessoas apresentam hoje é o fato de não terem um bom conceito a respeito de si mesmas. Tais pessoas precisam saber que a Palavra de Deus ensina que elas devem amar a si próprias!

O Senhor nos ordena a amarmos o nosso próximo como a nós mesmos (ver Mt 19:19), então Ele deve achar que é tão importante amarmos a nós mesmos quanto os outros. Mas não basta amarmos a nós mesmos; também precisamos gostar de nós mesmos.

Aprendi essa verdade há vários anos quando passei uma fase terrível tentando lidar com as pessoas. Descobri que o motivo pelo qual eu tinha tanta dificuldade em me relacionar com os outros era que eu não estava convivendo bem comigo mesma.

Se você não gosta de si mesmo, terá dificuldades em gostar de qualquer pessoa. Você pode fingir que gosta, mas o fingimento não vai alterar os fatos. Mais cedo ou mais tarde, a verdade virá à tona.

Espera-se que cada um de nós seja uma usina geradora de Deus, vivendo em equilíbrio e harmonia com nós mesmos e com os outros. Para fazer isso, devemos ter não apenas a atitude correta para com os demais, mas também para conosco. É preciso que estejamos em paz com o nosso passado, contentes com o nosso presente e seguros a cerca do nosso futuro, sabendo que tudo está nas mãos de Deus. Precisamos ser estáveis, firmados e arraigados no amor de Deus, que foi expresso por meio de Seu Filho Jesus Cristo.

Por que estamos enraizados e firmados em amor, podemos relaxar e descansar, sabendo que o fato de sermos aceitos não é baseado em nosso desempenho ou em nosso comportamento impecável. Podemos nos sentir seguros, uma vez que compreendemos que nosso valor e nossa importância não dependem do que somos, pensamos, dizemos ou fazemos, baseiam-se no que somos em Cristo e no que Ele fez por nós.

Seguros em nosso conhecimento de quem somos nEle, podemos abrir mão das nossas máscaras e fachadas. Não temos mais de fingir. Não temos de ser falsos. Pelo contrário, somos livres para sermos simplesmente nós mesmos – tais como somos. Também somos livres para amar a nós mesmos e, isso nos capacitará a amarmos os outros também.

Joyce Meyer

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...